Currently viewing the tag: "Boston"

speedy-ortiz-s-sadie-dupuis                                                                                              Photo: Maria Jose Govea

Aposto que você ainda não conhece a banda Speedy Ortiz. A menos que seja bem antenadinho(a), você não conhece.  Mas calma, eu também não conhecia até outro dia, quando conversando com meu parça de toda hora Az, numa daquelas conversas tipo “o que você está ouvindo aí?”,  ele disparou um link do youtube via whatssap pra eu ver. A primeira coisa que chamou atenção foi a voz da vocalista Sadie Dupuis (foto), que além de cantar, toca guitarra e escreve as letras super poéticas dos sons da banda. Depois você se apaixona pelo timbre das guitarras, que tem  identidade própria e que vai te conquistar. E então, quando você menos espera…bingo!  Já vai estar querendo ouvir tudo deles hehe.  Bem, eles são de Boston, né? Pode-se esperar tudo de uma banda de Boston!
Ouça abaixo a ótima “Death Note” do último trabalho dos caras, Foiled Again, lançado em junho deste ano.  E digamos que, você esteja passando pelos Estados Unidos dezembro, pegue o primeiro voo para Boston no dia 08 e veja eles ao vivo no House of Blues.

Tagged with:
 

bummed

BOSTON, MA. Novo grupo shoegaze americano segue a escola barulhenta do começo dos anos 90, quando bandas como Lush, Slowdive e Chapterhouse eram idolatradas pelos fãs do gênero.  O EP de estreia Bummed acaba de sair – primeiramente em cassete, o vinil 7″ vem na sequência –  e dele,  a gente confere a faixa “Slow See”, candidata a top 10 do ano.

Tagged with:
 

Friendly Fires ao vivo no Paradise Rock Club, em Boston, último show da turnê americana do álbum Pala, 27th Oct 2011

Se em Seattle estava frio, em Boston nevou. É, o outono tem sido mais que rigoroso na America  este ano. Fui direto ao Paradise Rock Club, ou apenas The Dise, como o chamam  os locais, o clube mais famoso de Boston, e por onde as principais bandas tocam quando passam por aqui. E foi no the Dise que o Friendly Fires fez o último show da turnê do álbum Pala nos Estados Unidos. Em 1h 30m de show, a banda chutou tudo em uma apresentação impecável para um público impecável. Todo mundo muito estiloso, meio preppy, meio college e um público feminino de impressionar.  A balada estava cheia de gente legal e o Friendly Fires fez ferver o Paradise. No vídeo, eles entram no palco e abrem o show com “Lovesick”.

A cada música, o Friendly Fires se animava mais e o público também. Foi uma grande festa ontem à noite em Boston. O vocalista Ed Mcfarlane descia do palco muitas vezes para cantar junto com a galera.Ed Gibson percorreu todo o mezanino solando no último som. Destaque também para o baterista Jack Savidge, que toca absurdo. O hit single “Paris” fechou o show antes do bis, veja o vibe:

*SETLIST

Na foto, a garota de Boston feliz depois do show levando pra casa o setlist, posa para uma foto:

Lovesick
Jump In The Pool
Blue Cassete
True Love
On Board
Chimes
Skeleton Boy
Show Me Lights
Live Those Days Tonight
Hurting
Pull Me Back To Earth
Paris

Hawaiian Air
Kiss Of Life

*BOSTON SPORTS
Além ter as universidades mais famosas do mundo, Boston é também a cidade dos esportes. Terra do Boston Celtics, e do Red Sox, (dois dos melhores times de basquete e baseball,  consecutivamente) aqui as pessoas param tudo para ver um jogo na TV. Principalmente se for uma rodada da liga nacional de Baseball. Após o show, fui recomendado a conhecer o T’s Pub, um american bar que fica ao lado do Paradise e tem 16 TVs de LCD espalhadas pelo hall e, como se não bastasse,  no centro está um projetor gigante. Todos acompanhavam o jogo 6 entre o Dallas Rangers x St Louis Cardinals, que ganhou de virada empatando a série em 3 x 3, para a alegria dos bostonianos, que berravam “Dallas sucks!” no final da partida. Nunca entendi nada de Baseball, mas ontem aprendi bastante.

O próximo post deste blog, será de volta à Nova York, com o primeiro show da turnê do  Holy Ghost!,  no Bowery Ballroom. Assinados pela DFA Records, o Holy Ghost! é o nome mais comentado na cena indie dance no momento. O show está esgotado e a abertura vai ser com o Jessica 6, um trio do Brooklyn de electro pop bem legal.

Até lá.

Tagged with: